sábado, 6 de outubro de 2012

Passarinho,
Mal nenhum de malandro contando conto de areia vai impedir teu canto.
Em selva de gente pouco importa se é noite ou dia.
Bote tempo na dor,
Liberdade é sonho longe.