domingo, 7 de outubro de 2012

Vai,guarda as palavras para um outro dia.
Transforma os ditos em silêncio e os mal ditos em segredo.
Esquece o ontem,faz de conta que nascemos agora.
Muda e molda o que temos ao nosso redor.
Abre logo essa gaveta e tira o que não te serve,faz de conta que nunca foi seu.
Lembra do tempo em que não haviam certezas?
As vezes o silêncio é maior que o infinito,tudo vira nunca,mesmo depois de tudo.
Calça o teu sapato,pois o amanhã é hoje e não vale a pena deixar o dia esperando.Eu prometo que fico olhando você subir todas as escadas possíveis,e quando houver o impossível eu não sei se saberei.
Tudo é todo,mas eu não sei....eu nunca sei!