quarta-feira, 24 de outubro de 2012

A Pele Que Passa e Ultrapassa


Acordei e concordei com toda a desordem feita pelo impulso do meu coração.
Grande é o verbo,pequeno é o fato...
A noite engoliu o passageiro sombrio que a ausência criou,mas nem notamos,pois
estamos todos ocupados alimentando nossas crenças e vaidades.
Feridos,marcados e cansados.
A pele que passa e ultrapassa no sonho do mais pesado sono, pode ser  imaginária(ou não).
Estou ocupada juntando os  cacos dos sentimentos que rolam escada a baixo.
Que será que pensam as pessoas de hoje em dia?